Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

A minha Tulu

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Boneca da Luz

Meez 3D avatar avatars games

Awards e Prémios

Da Sonjita, do Bento, da Rosa Xhoque, da Ângela, do Dark, da Andie. ADORO-VOS!

Prémio Rosa Xhoque

Da Ângela, Sonjita, Andie, Miss Crash, do Pandora, da Miss T, do Zizi Bento.

Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

Ao Gosto de Cada Um

Não sei se vocês gostam mais deste:

 

 

recados para orkut



 

 

Ou deste:

 

 

 


recados para orkut

 

 

Mas o que interessa é que vos desejo de coração um

 

 

Ano Novo: 2

Sábado, 29 de Dezembro de 2007

Não Fui a Tempo

As filhós estão feitas, estão uma delícia (o meu filho é que disse...).

 

Mas já não fui a tempo e tirar uma foto digna de registo.

Enquanto a massa estava a fintar, tudo muito bem embrulhadinho em mantas, noto que aquilo estava muito alto, muito mais do que eu tinha deixado...

 

Quando levanto a primeira manta dou com a nossa gata calmamente a dormir em cima das restantes (tapada apenas pela primeira). Valeu estar tão bem embrulhado, senão lá tínhamos gata nas filhós!! Iria ser uma coisa jeitosa, uma gata toda suja de filhós.

 

Descansem os mais enojados e menos apreciadores de animais, que as ditas estava mesmo muito bem tapadas.

Recordar

Hoje é dia de recordar sabores do passado. É dia de fazer filhós à moda da minha avó. Que saudades tenho dela... E do meu avô nem se fala!

A minha mãe faz sempre filhós no Natal, mas nós não gostamos. Isto de estar habituada às modas da Beira Baixa tem destas coisas. Ela mistura abóbora e sumo de laranja... Sumo de laranja nas filhós... Quem se habituou como eu à Beira Baixa entende-me com certeza. Não deixa fintar umas boas 4 ou 5 horas deixa apenas umas 2, nem dá tempo à desgraçada da massa para duplicar o volume... Não tende a massa... E frita em óleo... (Ok eu sei que fritar em azeite é hoje em dia um luxo, mas nas aldeias de interior onde o azeite é produzido para consumo próprio não se usa óleo, é considerado algo nada saudável ao contrário do azeite, nunca vi óleo em casa da minha avó e naquele tempo não comprávamos azeite trazíamos todo de lá, hum tão bom).

Então hoje é dia de fazer filhós como deve de ser!

Sabem que no meio das filhós havia sempre uns bonecos que a minha avó me deixava fazer? Que saudades.

Hoje vai ser a vez de o meu filhote experimentar bonecos de filhós.

Só tenho pena dos ingredientes não serem tão bons. Os ovos não são das galinhas que acabaram de os pôr esta manhã, o azeite e a aguardente não foram feitos por mim e o bocadinho do leite morno onde dissolvo o fermento de padeiro não acabou de sair da vaca...

Fica a intenção, embora saiba que nada será igual ao que era...

Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2007

A RTP é sempre assim

Lá vou eu ficar mais um Domingo sem a "minha" série Conta-me Como Foi. Gostava de saber porque a RTP é assim. Hoje dá, amanhã não dá, interrompe, volta a dar.

 

Já com os Lost foi a mesma coisa.

Acabei por ver a série Lost ) em dvd, se estivesse à espera da RTP estava bem lixada.

É uma televisão pública e é o que basta!

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Pensamentos para o próximo ano

Acho que nunca estive tão perto de um Ano Novo com tantos pensamentos na minha cabeça.

Não gosto das passagens de ano, não me dizem nada. Todos os dias agradeço ter acordado de manhã e ter chegado ao fim do dia, cada dia é um dia e a passagem de ano para mim é isso mesmo. Mas este Natal pôs-me a pensar...

 

Durante muitos anos disse que fazia isto ou aquilo porque tinha de ser, porque era assim, porque era politicamente correcto blá blá blá Depois passei a fazê-lo apenas com a família e pessoas mais chegadas.

 

ACABOU!

 

Este Natal fez-me ver que não vale a pena. Esgoto-me para nada.

 

Este Natal foi passado em casa da minha mãe. A minha vontade de ir não era muita, mas o meu marido lá me fez ver que certamente deveria... e lá fui...

Para além da minha mãe estava lá o marido dela (óbvio) e a filha do marido dela e respectivo marido... ela é filha do primeiro casamento dele, tal como eu sou filha do primeiro casamento da minha mãe.

Nós não nos amamos. Eu sou muito frontal, coisa que ela não gosta muito, e ela é muito hipócrita e interesseira coisa que eu não gosto nada.

 

Passei lá o Natal porque o faço sempre, mesmo sempre, ao contrário dela, daí o meu marido me ter convencido a não mudar essa realidade. Eu visito-os todas as semanas e telefono todos os dias. Ela nunca os visita, a não ser que precise de alguma coisa (entenda-se monetária) e nunca telefona. Chega por vezes a não atender ou rejeitar as chamadas do pai e nunca telefona de volta. Com a mãe nem sequer fala...

 

Eu tento conter-me, tento aguentar, tento não me passar com tanta hipocrisia, tudo em nome da paz da minha mãe.

 

ACABOU!

 

Eu também mereço paz!

 

Não tenho, nem quero, ter de lidar com este tipo de hipocrisia. Não quero ter de estar debaixo do mesmo tecto que eles e muito menos tenho de aturar um gajo (o marido dela) que é das maiores bestas que conheço e que em dado dia se atreveu a fazer mal ao meu filho. Isso até nos levou a não permitir a entrada dele cá em casa.

Nem em nome da família (este caso a minha mãe) vou continuar a exercer o politicamente correcto, e logo eu que não o faço em nenhum sector da minha vida.

 

O que me fez mudar?

Tristeza. Todo o ano eu me esforço, todo o ano me sacrifico, todo o ano me preocupo e todo o ano sacrifico a minha família (marido, filho...) e prol de outros. Não só o faço pela minha mãe como também o faço pelo marido dela que não é meu pai, não me é nada. E se a minha mãe merece e muito tudo o que por ela possa fazer, ele nem por isso.

Quando a filha está (aquela que só está uma vez por ano quando não é uma vez de 2 em 2 ou 5 em 5) eu viro m#$%a, eu que sou aquela otária que me reocupo o ano inteiro, a otária que faz mais por ele, que não me é nada, do que a filha que se está nas tintas nem que ele esteja em paragem cardio-respiratória (a não ser que isso signifique dinheiro, não estou a exagerar é autêntico), eu que não lhe peço nada em troca a não ser respeito e carinho, eu que não quero o dinheiro dele para nada ao contrário da filha que só o visita quando precisa, eu que nunca lhe pedi nada, eu que continuo a sobreviver mesmo que ele não exista, eu que não lhe devo nada, eu que deixei o meu pai sozinho para estar com eles, eu que não fui para os meus sogros para estar com eles...

 

Eu não quero isto, eu não tenho idade para aguentar e calar, não estou para isso.

 

2008 vai com toda a certeza ser um ano diferente.

 

É altura de pôr toda esta mágoa para trás das costas e começar a tratar as pessoas tal como elas merecem, independentemente de quem seja. Umas com amor, carinho e respeito e outras tantas com desprezo...

Acho que foi...

O último ano em que houve Pai Natal.

A esperteza da idade começa a ultrapassar a fantasia. Valei-nos apenas a inocência típica dele.

Ficam as lembranças e as filmagens do encanto.

Por Luz às 11:56
Link do post | Comentar
|
Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

Antes de me ir embora...

Só quero reclamar com a rtp que ontem não deu o "Conta-me Como Foi". Mas o episódio de ontem estava no site. Podiam ter avisado que são um bando de aldrabões, porque assim ter-me-ia deitado mais cedo.

 

Pronto, já refilei! Agora já posso ir "de Natal" descansada!!!

Domingo, 23 de Dezembro de 2007

Chegou a hora

De vos desejar um Feliz Natal. Que tenham tudo o que desejam mas essencialmente o amor, a paz, a harmonia e a saúde.

 

Deixo-vos este abraço

 

A Big Tight Hug... A warm and cozy hug for your friends on Christmas.

 

 

Para que tenham

 

Merry Christmas! Surprise your friends/family/loved ones with this jolly Christmas wish.

 

 

Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007

Peditório Não Monetário

"Atenção, este peditório não está relacionado com dinheiro, roupas, alimentos, mas sim com....a 7ª Arte.

 

O Instituto Português de Oncologia (IPO) está a angariar filmes VHS e DVDs para os doentes da unidade de transplantes que estão em isolamento. São crianças e adultos que precisam de um transplante de medula e de estar ocupados durante o tempo de internamento.

 

A falta de "stocks" torna necessária a ajuda da população: Precisamos de filmes para as pessoas mais desfavorecidas que não têm possibilidade de os trazer. Algumas crianças trazem os seus próprios filmes e brinquedos mas depois quando têm alta levam-nos.

 

O IPO aceita todos os géneros de filmes, mas a preferência vai para a comédia. Numa altura menos feliz das suas vidas, um sorriso vai fazer bem a quem passa dias inteiros numa cama de hospital. Rir é sempre um bom remédio.

 

As cassetes de vídeo ou DVD's antigos podem ser enviadas para:

 

Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil

Unidade de Transplante de Medula

A/C Enf Elsa

Oliveira Rua Professor Lima Basto

1070 Lisboa

 

Ou então, informe-se pelo telefone: 217 229 800 (geral IPO) 21 726 67 85 (Cristina)

 

Podem passar a palavra?"

 

Retirado do Blog O Pequeno Mundo

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

O meu filho...

Anda a contar os dias para o Pai Natal.

Não se cala, vai marcando no calendário os dias que faltam.

 

Ainda não vos disse (alguns de vocês sabem) que ele acredita piamente que o Pai Natal existe.

 

Por um lado penso que um dia vai ficar muito zangado quando descobrir que afinal o Pai Natal não passa do avô que se veste todos os anos de Pai Natal, que por sinal é um Pai Natal todo moderno, não vem de renas e bata à porta em vez de descer pela chaminé. Mas por outro lado acho que ele aproveita a infância, vive naquela inocência típica das crianças (algumas) e acho que um dia ele vai recordar com carinho este tempo. Eu recordo, embora tenha crescido bem mais depressa que ele. Crescimento provocado pelo tempestuoso divórcio dos meus pais.

 

É engraçado que ele nem nota que falta o avô na sala. Fica fascinado a olhar para o Pai Natal, fala com ele (o avô tenta disfarçar a voz). É mágico. Não sei quem se fascina mais, se ele com o Pai Natal ou se eu com o fascínio dele.

 

O Natal para mim é ele. E ele para mim é tudo!!!!!

Horas de Luz

online My Great Web page http://www.facebook.com/BENCAOmtc

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

Award Oferecido

pelo Joseph

Visitantes

Locations of visitors to this page

subscrever feeds