Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

A minha Tulu

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Boneca da Luz

Meez 3D avatar avatars games

Awards e Prémios

Da Sonjita, do Bento, da Rosa Xhoque, da Ângela, do Dark, da Andie. ADORO-VOS!

Prémio Rosa Xhoque

Da Ângela, Sonjita, Andie, Miss Crash, do Pandora, da Miss T, do Zizi Bento.

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Pensamentos para o próximo ano

Acho que nunca estive tão perto de um Ano Novo com tantos pensamentos na minha cabeça.

Não gosto das passagens de ano, não me dizem nada. Todos os dias agradeço ter acordado de manhã e ter chegado ao fim do dia, cada dia é um dia e a passagem de ano para mim é isso mesmo. Mas este Natal pôs-me a pensar...

 

Durante muitos anos disse que fazia isto ou aquilo porque tinha de ser, porque era assim, porque era politicamente correcto blá blá blá Depois passei a fazê-lo apenas com a família e pessoas mais chegadas.

 

ACABOU!

 

Este Natal fez-me ver que não vale a pena. Esgoto-me para nada.

 

Este Natal foi passado em casa da minha mãe. A minha vontade de ir não era muita, mas o meu marido lá me fez ver que certamente deveria... e lá fui...

Para além da minha mãe estava lá o marido dela (óbvio) e a filha do marido dela e respectivo marido... ela é filha do primeiro casamento dele, tal como eu sou filha do primeiro casamento da minha mãe.

Nós não nos amamos. Eu sou muito frontal, coisa que ela não gosta muito, e ela é muito hipócrita e interesseira coisa que eu não gosto nada.

 

Passei lá o Natal porque o faço sempre, mesmo sempre, ao contrário dela, daí o meu marido me ter convencido a não mudar essa realidade. Eu visito-os todas as semanas e telefono todos os dias. Ela nunca os visita, a não ser que precise de alguma coisa (entenda-se monetária) e nunca telefona. Chega por vezes a não atender ou rejeitar as chamadas do pai e nunca telefona de volta. Com a mãe nem sequer fala...

 

Eu tento conter-me, tento aguentar, tento não me passar com tanta hipocrisia, tudo em nome da paz da minha mãe.

 

ACABOU!

 

Eu também mereço paz!

 

Não tenho, nem quero, ter de lidar com este tipo de hipocrisia. Não quero ter de estar debaixo do mesmo tecto que eles e muito menos tenho de aturar um gajo (o marido dela) que é das maiores bestas que conheço e que em dado dia se atreveu a fazer mal ao meu filho. Isso até nos levou a não permitir a entrada dele cá em casa.

Nem em nome da família (este caso a minha mãe) vou continuar a exercer o politicamente correcto, e logo eu que não o faço em nenhum sector da minha vida.

 

O que me fez mudar?

Tristeza. Todo o ano eu me esforço, todo o ano me sacrifico, todo o ano me preocupo e todo o ano sacrifico a minha família (marido, filho...) e prol de outros. Não só o faço pela minha mãe como também o faço pelo marido dela que não é meu pai, não me é nada. E se a minha mãe merece e muito tudo o que por ela possa fazer, ele nem por isso.

Quando a filha está (aquela que só está uma vez por ano quando não é uma vez de 2 em 2 ou 5 em 5) eu viro m#$%a, eu que sou aquela otária que me reocupo o ano inteiro, a otária que faz mais por ele, que não me é nada, do que a filha que se está nas tintas nem que ele esteja em paragem cardio-respiratória (a não ser que isso signifique dinheiro, não estou a exagerar é autêntico), eu que não lhe peço nada em troca a não ser respeito e carinho, eu que não quero o dinheiro dele para nada ao contrário da filha que só o visita quando precisa, eu que nunca lhe pedi nada, eu que continuo a sobreviver mesmo que ele não exista, eu que não lhe devo nada, eu que deixei o meu pai sozinho para estar com eles, eu que não fui para os meus sogros para estar com eles...

 

Eu não quero isto, eu não tenho idade para aguentar e calar, não estou para isso.

 

2008 vai com toda a certeza ser um ano diferente.

 

É altura de pôr toda esta mágoa para trás das costas e começar a tratar as pessoas tal como elas merecem, independentemente de quem seja. Umas com amor, carinho e respeito e outras tantas com desprezo...

Por Luz às 12:01
Link do post | Comentar
|
3 comentários:
De sonjita a 27 de Dezembro de 2007 às 22:03
Bem Luz... acho que não vale mesmo a pena. Às vezes aturamos e calamos muita coisa pelo bem da família ... muitas vezes já me apeteceu dizer muita coisa e calo-me porque não vale a pena haver chatices , mas há alturas que as coisas têm que ser ditas senão as pessoas continuam a continuamente fazer o mesmo. Com os de casa, com os de família directa entendemo-nos bem mas normalmente quem trás problemas nas famílias são os que entram como padrastos, madrastas, cunhados.... Enfim, sapos todos temos que engolir para que possamos conviver em harmonia mas também não podemos deixar que nos façam de parvos. Beijo, fica bem e força para a mudança de 2008
De joseph a 28 de Dezembro de 2007 às 00:58
LUZ, minha querida amiga,
Olá

É meia-noite e meia.
Li atentamente o teu "desabafo", que certamente te fez tremendamente bem, pois desabafar com o mun do, ou com os amigos, faz bem à alma; alivia o stress, e isso é muito bom.

LUZ, só te quero dizer que deves passar a enfrentar a vida conforme estás a pensar, mas tira um bocadinho de radicalismo nalgumas situações. Podes não pensar mas a tua mãe provávelmente sabes das tuas intenções e isso vai afectá-la, não?

LUZ, o teu post quase que se adapta a mim e aos meus, pois os meus pais também quiseram deserdar o meu irmão e eu, em prol da filhinha. Filhinha, a quem a vida tem corrido às mil maravilhas... não sei como, mas é uma dessas novas "ricas" que por aí andam. Há muitas. Donde vem o dinheiro, algum dinheiro, é que eu gostava de saber.... A minha irmã já herdou uma casa... tem beneficiado nas contas do IRS, e não fazem as partilhas porque nos querem dar uns tostões pelos terrenos, mas eu, só para chatear, já disse à minha mãe que só assino as partilhas se me derem o dinheiro que eu quero, pois é isso que o terreno vale, e se não for assim, atém nem me importo de fazer uma doação a uma associação que precise, mas não hão-de ficar com o terreno.

LUZ a quente tudo se diz, há coisas que deves mesmo fazer, outras não vale a pena aborreceres-te com elas pois nem isso merecem. Importa a tua saúde, a dos teus: filho, marido, mãe e mais alguém. O resto leva na maior, porque, pelos vistos, ninguém te dá nada por seres mais sociável.

LUZ, sabes, que por estas e por outras, vou passar a passagem do ano ao borralho, talvez com uma família amiga, comendo, bebendo moderadamente, e como está frio, nem de casa saio. Vou ver televisão, comer as passas, fazer uns desejos.... e pedir para Nós, para todos os meus familiares, para todos os meus AMIGOS(as) (FICAS A SABER QUE ESTÁS INCLUÍDA), muita Saúde, muita Paz, muito Amor e alguns troquitos... e que o 2008 não seja tão mau como o estão a pintar, mas prevejo um ano difícil para nós. Para os de "cima", a vida corre-lhes de feição.

Acabei.

Beijinhos** muito amigos do amigo Zé.
(Está frio aqui)
De Sombra do Sol a 28 de Dezembro de 2007 às 03:35
Bom dia, passando para atualizar a leitura depois das festas, espero que tenha corrido tudo na paz de Deus o seu Natal. Hoje venho fazer um convite para ler uma pequena homenagem que fiz a você na nossa árvore de amigos, é singela, mas foi de coração. Eu Acredito no real sentido da palavra AMIGO, pois ter amigos é ser Feliz. Vivo cercado por pessoas como você, pois viver assim é ser Feliz! Faço parte da vida daqueles que acreditam que ontem é passado, amanhã é futuro e hoje é uma dádiva, por isso chamado presente e acreditam na força do Amor, acreditam que para uma história bonita não há ponto final. Muito obrigado por sua amizade, tenha um 2008 repleto de realizações e com muita saúde e paz. Abraços do amigo.

Comentar post

Horas de Luz

online My Great Web page http://www.facebook.com/BENCAOmtc

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

Award Oferecido

pelo Joseph

Visitantes

Locations of visitors to this page

subscrever feeds