Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

A minha Tulu

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Boneca da Luz

Meez 3D avatar avatars games

Awards e Prémios

Da Sonjita, do Bento, da Rosa Xhoque, da Ângela, do Dark, da Andie. ADORO-VOS!

Prémio Rosa Xhoque

Da Ângela, Sonjita, Andie, Miss Crash, do Pandora, da Miss T, do Zizi Bento.

Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Viram a reportagem de ontem na Sic?

Eu não vou falar do tema eutanásia, não estou com vontade, gostava apenas de dizer que nós nunca imaginamos o que pode acontecer daqui a 5 minutos, mas pode acontecer!

Julgo que todos nós saímos de casa de manhã a achar que vamos voltar, deixamos a roupa estendida para a apanhar quando voltarmos, deixamos qualquer coisa desarrumada porque já não temos tempo de arrumar e arrumaremos quando voltarmos... E se não voltarmos?

Estamos longe de imaginar que o nosso filho ao 9 anos pode ter um AVC , é raro de facto, mas pode ter...

É de louvar aquela mãe coragem. E de lamentar que um pai deixe de querer estar com o filho quando ele deixam de ser o que era, pelo menos foi o que entendemos dali ..

Fico triste e pensativa.
Por Luz às 10:38
Link do post | Comentar
|
6 comentários:
De FÁTIMA LOPES a 18 de Janeiro de 2008 às 11:13
EU VI!
Admirei aquela mãe sobretudo pela objectividade que alguns podem entender como frieza.
Pelo que percebi o pai que se tinha separado da mãe com a menina bébé...continua separado das duas até hoje, a mãe falou sempre no singular, das vezes que falou no plural estava a referir-se aos amigos.
Conheço aquele padre e os pais dele, admiro-o.
Realmente projectamos a nossa vida sempre no amanhã, no daqui a bocado, no depois, que podem não vir a existir.
Numa coisa senti-me parecida com ela, na necessidade quase constante de dizer a quem amo que os AMO, como ela fazia com a filha.
De NaRiZiNHo a 18 de Janeiro de 2008 às 11:19
É uma questão muito pessoal. Não vi a reportagem toda, enquanto fazia zapping vi um pouco.
Acho que só passando pela situação, poderia tr alguma opinião, espero nunca chegar a tal situação. (já estive quase nessa siuação com o meu irmão)
:-*
De sonjita a 18 de Janeiro de 2008 às 12:08
Antes de mais obrigada pela preocupação e apoios... assim já fico mais descansada até ao dia da minha consulta.

Não vi a reportagem mas tive pena... é uma questão que toca muito a todos. Assim friamente sou a favor da eutanásia, acho que temos o direito à escolha... ninguém merece viver eternamente preso a uma cama e nenhum familiar/amigo merece ver alguém nessa situação sem poder fazer nada... é muito sofrimento, muita dor!!! Em situações de cancro ou outra doença terminal já pondero um pouco, é complicado... cada um deve escolher o seu fim mas, tal como disse no blog do Bento, apesar do sofrimento que nos possa provocar ou que possa passar a pessoa que vive a situação é sempre mais um dia que passamos com essa pessoa... Por um lado poderiamos não ter a memória daqueles momentos de dor, de sofrer pela impotência de nada poder fazer, de ver a morte chegar aos bocadinhos, mas por outro, apesar da dor, dá uma certa paz interior saber-se que esteve connosco até ao último minuto!!!!
Bem, é controverso.... cada situação é uma situação mas sim, acho que temos o direito à escolha!!!!
BKokas muito grandes
De Carrie a 18 de Janeiro de 2008 às 12:46
Infelizmente não vi a reportagem, mas em relação à eutanásia concordo. Acho injusto haver uma lei que tire a liberdade às pessoas quando que elas próprias queiram terminar com a vida (em casos de doentes terminais ou presos para sempre a uma cama a vegetar, etc.). Não percebo como alguem diz que é para o bem dessa pessoa, que ninguem pode tirar a vida de ninguem, bla bla, mas não percebem que só estão a fazer essa pessoa (e os que tratam dela) sofrer ainda mais. Eu não aguentaria viver numa cama sem me mexer anos e anos, sei que não...
Tudo isto são hipocrisias, tal como a questão do aborto (mas isso já é outro assunto, eheh).
De Zizas a 18 de Janeiro de 2008 às 14:33
Há pais que só são pais de nome, e acredito que nem todos têm a coragem nem a força daquela mãe, e não digam o contrário, e como tudo na vida há pais bons e pais maus, como serão os futuros pais!? depende dos pais de agora....
A eutanásia ja dei a minha opnião no meu blog.
De Dual a 18 de Janeiro de 2008 às 17:58
Vi a reportagem e fiquei impressionada com aquela mãe! Que grande mulher!

Penso que só quem vive uma situação daquelas compreende verdadeiramente os sentimentos que ela descrevia. Se por um lado a mulher racional e inteligente sabia que o melhor para a filha tinha sido morrer logo e não ter de estar confinada a uma cama, para o resto da vida, a depender de terceiros e sem qualquer noção de si mesma, por outro lado a mãe não conseguia sequer pensar no dia em que ia ver a sua filha morrer.

Impressionante dualidade!

Comentar post

Horas de Luz

online My Great Web page http://www.facebook.com/BENCAOmtc

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

Award Oferecido

pelo Joseph

Visitantes

Locations of visitors to this page

subscrever feeds