Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

A minha Tulu

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Boneca da Luz

Meez 3D avatar avatars games

Awards e Prémios

Da Sonjita, do Bento, da Rosa Xhoque, da Ângela, do Dark, da Andie. ADORO-VOS!

Prémio Rosa Xhoque

Da Ângela, Sonjita, Andie, Miss Crash, do Pandora, da Miss T, do Zizi Bento.

Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Pais

Há um fenómeno completamente incompreendido por mim. Mesmo hoje como mãe continuo a não encontrar o nexo.

Há pais que têm uma idealização de filhos. Desejam-nos licenciados, até os há com preferência de curso, desejam-nos casados com xpto , amigos de xptu . Desejam que não sejam refilões e acatem todas as suas ideias e que lutem por ideais iguais aos seus. Tudo isto com a desculpa, bem esfarrapada, de que é o melhor para eles.
Não concordo, não posso!
E mais, gostaria de poder sugerir a todos estes pais que desejassem apenas, e só apenas, que os filhos fossem felizes, honestos, idóneos , bem sucedidos, e com muita saúde, independentemente de ser ou não da forma que eles gostariam que fosse. Era bom que todos os pais simplesmente amassem os filhos, como eles são.

Mas infelizmente nem todos são assim. Muitos ainda estão no conforto da barriga da mãe e os pais já têm um cardápio de planos para eles. Planos fáceis de cumprir quando as crianças ainda não conseguem fazer valer as suas vontades, mas que podem um dia provocar afastamentos irreversíveis caso insistam em certas ideias que são só e apenas deles, nunca serão partilhadas pelos filhos.

Eu passei por isto!

Tenho uma mãe maravilhosa, que amo muito, que sempre me respeitou e tenho um pai que poderia ser maravilhoso se me tivesse respeitado.
Gosto dele. Claro que sim, só tenho aquele pai, não tenho outro... Mas a nossa distância é visível até por quem não tem visão.
Hoje mãe, não entendo como se pode querer que os filhos sejam o que nós queremos que sejam.
Julgo que a nossa missão é dar-mos o melhor possível, educá-los, amá-los e orientá-los para que um dia lhes possamos dar asas e que elas funcionem em pleno, para que não hajam voos a pique. Fazer deles o que queremos que eles sejam, exigir que façam apenas o que nós queremos, não faz parte da nossa missão de pais. Pelo menos não faz parte da minha missão.

Se eu perguntar ao meu pai o que me faz feliz ele não sabe responder, apenas sabe o que o faria feliz a ele.

É de lamentar que certos pais não entendam a distância que isto provoca... Pois quando finalmente entendem é tarde demais. Mas ainda há quem nunca chegue a entender.
Por Luz às 11:33
Link do post | Comentar
|
15 comentários:
De mimi a 18 de Janeiro de 2008 às 12:15
é a primeira vez que venho comentar, mas sou assídua a visionar o blog. Concordo completamente com o que diz neste post, eu que sou mãe e filha
até sempre
De Luz a 18 de Janeiro de 2008 às 14:52
Bem-Vinda Pepita.
Volta sempre.
De sonjita a 18 de Janeiro de 2008 às 12:20
É, é verdade... e é preciso ter-se muita coragem e força de vontade para amar um filho em tudo aquilo que ele é. Muito pais impõem aos filhos sonhos que eles tiveram e que acabam por resultar em frustrações quer nos filhos, porque não gostam, quer nos pais, que não vêem nos filhos o envolvimento que gostariam... não sei se viste uma telenovela da SIC que deu há uns tempos? A mãe era uma ex-bailarina frustrada e queria por tudo forçar a filha a ser bailarina quando a miúda nem gostava... com todas as pressões, também relativas à alimentação porque uma bailarina é magra, a miúda acabou bulimica... penso que o objectivo da novela tb era alertar para a situação que falas.
A mim sempre me deram um pouco de asas, porque eu também não fugi para muito longe mas sei que não me acatariam todas as decisões, mesmo que fosse o que me faria feliz... Ainda vivemos num mundo um bocado fechado para muita coisa!!!
Bjs
De Zizas a 18 de Janeiro de 2008 às 15:01
LUZ quero te dizer que se tens essa maneira de pensar vai em frente, a minha mãe/pai embora de uma maneira diferente, não fez/fizeream planos para nós apenas nos deu/deram os meios que ela/eles tinha/m ao alcnace para construirmos as nossas asas para voar, sou sincero devia ter aproveitado melhor, são erros que se comentem na vida, na qualidade de pai ainda não posso falar um dia talvez...
De Carrie a 18 de Janeiro de 2008 às 12:50
Sei como é... E acho que acontece com todos os pais, o desejo que os filhos tenham uma vida melhor que a deles, e que consigam fazer tudo o que eles não conseguiram... O problema é que alguns exageram...
Sei que o meu pai adoraria que eu fosse doutora ou algo do género, mas nunca me pressionaram para isso, nunca exigiram nada. Felizmente nesse caso foram bonzinhos, eheheh.
Mas é uma pena que os miudos vivam ainda com mais essa pressão.
De dceres a 18 de Janeiro de 2008 às 14:00
Concordo plenamente, mas por vezes é tão difícil distin guir essa tenue fronteira entre os nosso sonhos e os sonhos deles
De Zizas a 18 de Janeiro de 2008 às 15:03
enganei-me no sitio. lol eu bem achei estranho aparecer um coment e eu a comentar lol
De Yashmeen a 18 de Janeiro de 2008 às 17:00
Frequentamos alguns blogs comuns, mas nunca tinha cá vindo... :)

Identifico-me tristemente com o que dizes; sou uma dessas pessoas com um pai demasiado exigente, com quem nunca me consegui entender por não ter correspondido às expectativas e à vida que ele tinha delineado para mim. Segui um rumo diferente e fui bem sucedida nele, mas continuo a ser a eterna decepção.
Somos frágeis ao sabor das ilusões dos nossos pais.
De Luz a 20 de Janeiro de 2008 às 08:18
Bem-Vinda Yashmeen!
Blog comum... Do Bento?
Bj
De zizas a 20 de Janeiro de 2008 às 09:40
Yashmeen e luz desculpem-me me ter no meio, mas sim é o blog em comum :)
De Luz a 20 de Janeiro de 2008 às 10:03
Zizas,
Aqui no meu canto podes meter-te onde quiseres, inclusive no meio :)))))
De Zizas a 21 de Janeiro de 2008 às 14:07
Muito obrigado luz :)))
Beijinho
De telma a 21 de Janeiro de 2008 às 09:33
Concordo plenamente c/o que escreveu. Claro que todos os pais querem o melhor p/os flhos e muitos nesse desejo exasperado, só os prejudicam com as suas próprias vontades e sonhos inatingíveis, baralhando de tal forma as suas cabeçitas, que eles acabam se perdendo nas suas próprias vontades.
Tenho dois filhotes, um já com 21 anitos (já c/uma profissão)e a única coisa que pretendo deles é que sejam felizes e responsáveis pelas suas atitudes. E a conclusão é que me sinto realizada como mãe.
É pena que como diz, muita gente não entenda.
Telma D
De Yashmeen a 21 de Janeiro de 2008 às 22:42
O Bento é um velho amigo, Luz, daqueles de muitos anos, que vêm para ficar ;)
De Luz a 22 de Janeiro de 2008 às 06:57
Deve ser fácil ele para ficar... Ele é muito querido, eu gosto muito dele e nunca o vi ao vivo e a cores, mas não me costumo enganar!

Comentar post

Horas de Luz

online My Great Web page http://www.facebook.com/BENCAOmtc

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

Award Oferecido

pelo Joseph

Visitantes

Locations of visitors to this page

subscrever feeds