Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

A minha Tulu

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Boneca da Luz

Meez 3D avatar avatars games

Awards e Prémios

Da Sonjita, do Bento, da Rosa Xhoque, da Ângela, do Dark, da Andie. ADORO-VOS!

Prémio Rosa Xhoque

Da Ângela, Sonjita, Andie, Miss Crash, do Pandora, da Miss T, do Zizi Bento.

Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Eu e os dilemas

Temos uma gata há já alguns anos. Ainda o meu filho não era nascido quando para cá veio.

O meu filho há um ano... Leram bem, um ano... Anda a pedir-me outra. Acho que o faz porque como esta já cá estava e devido ao feitio especial de qualquer felino, ela é muito agarrada a nós (meu marido e eu, mais eu) e muito pouco a ele. Acho que pede com a esperança de que se habituando desde bebé possa ser diferente, o que não é garantido bem sei, mas a probabilidade é superior de facto.

Mas eu não sei o que fazer.

Tenho estado durante um ano a ver se ele se esquece, mas não! Já vi que está fora de questão um possível esquecimento.

Ele é um miúdo responsável, cuidadoso com os animais, está habituado a eles desde que nasceu gosta muito deles e até sei que ela seria o ai Jesus dele, mas penso em muitas outras coisas:

- Passam a ser 2 comidas
- Esta que aqui tenho tem algumas dificuldades digestivas o que faz com que tenha uma alimentação dietética . Como é que depois separo as comidas?
- Areia (uso sílica) a dobrar
- Atenção a dobrar
- Tempo a dobrar
- A que cá tenho já não é bebé faz tempo... Lá tenho eu de educar mais uma
- Veterinário a dobrar...

Moral da história não sei o que fazer.
Temos outros animais porque os quisemos, porque não pode ele querer? Pergunto-me muitas vezes.

Há por aí alguém com mais que um gato?
Por Luz às 16:25
Link do post | Comentar
|
24 comentários:
De Miss T a 20 de Janeiro de 2008 às 17:44
há, não eu, mas a minha melhor amiga tem 4 gatos :P
De Luz a 20 de Janeiro de 2008 às 20:09
Bem-Vinda Miss T.
De andie a 20 de Janeiro de 2008 às 17:49
Oh, tão lindo!
Dá-lhe lá o gatinho!
Manda mail para mim, tens o mail no meu perfil ou nos 3 erres, diz-me donde és, ao certo, que eu prometo pesquisar o mais lindo gatinho (ou gatinha, que é preferível dado que já tens uma gata)para ele!
Há tantos a precisar de uma família...
Beijinhos!
De Luz a 21 de Janeiro de 2008 às 08:04
Olá Andie,
Pode ser que nem seja necessário procurares. Digo-te alguma coisa mais tarde.
Muito obrigada pela ajuda e pela disponibilidade, do fundo do coração.
Jinhos
De FATIMA LOPES a 20 de Janeiro de 2008 às 19:47
Por aqui há alguém sem nenhum gato!
Curiosamente o meu filho mais novo, anda num colégio onde existem vários gatos que pertecem à Directora. Os miúdos adoram os gatos e ele tem pedido um frequentemente! Diz ele que os gatos são dos animais mais asseados que pode haver.
Só que eu não lhe alimento essa esperança, primeiro vivemos num apartamento, segundo saímos todos logo de manhã e regressamos à noite e por último e não menos importante, era mais um sere para EU tratar.
Luz......faz a vontade ao filhote, onde come uma....comem duas!
Bjs
De Luz a 20 de Janeiro de 2008 às 20:18
Olá Fátima,

No que diz respeito ao asseio ele tem toda a razão, são realmente fabulosos. A minha menina nunca fez absolutamente nada fora da caixinha dela.
Por outro lado ao contrário, e ao contrário do que muita gente diz, os gatos não têm um cheiro horrível. Desde que haja da nossa parte os devidos cuidados de higiene não há cheiros. E não me refiro aos cheiros a que nos habituamos e por isso não sentimos. Não há mesmo cheiro, os de fora já muitas vezes me disseram "ah, tem um gato e não cheira a gato, nem diria que tem uma gato". Até dá vontade de perguntar em que casas andaram.
Se algum dia decidires ter, tem uma menina, elas não marcam território como os machos.
Acreditas que a minha gata com 8 anos ainda mama?

Beijinho e obrigada
De Ângela Raquel a 20 de Janeiro de 2008 às 21:21
Neste momento não tenho nenhum, mas já tive vários e por acaso até já tive 2 ao mesmo tempo, mãe e filho...
Quando vim viver com o meu companheiro arranjamos uma gatinha, ela gostava muito de nós e nós dela, era como se fosse nossa filha. Mas quando o meu filho nasceu ela ficou com ciumes e fugiu, até hoje nunca mais a vi.
E então neste momento estou tentada a arranjar um, até já perguntei a uma amiga que tem muitosssssss gatos se alguma gata dela não tinha tido à pouco tempo, mas não. Por isso tenho de continuar a procurar.
São o animal domestico mais asseado que conheço, nunca tive nenhum fizesse nada fora da caixinha.

Vá lá dá lá o gatinho ao menino...Ele merece!

Beijinhos.
De Luz a 21 de Janeiro de 2008 às 07:54
Lá merecer, merece!
Bjs
De Renato a 20 de Janeiro de 2008 às 21:44
Olá Luz!
Já te disse que tenho uma gata, a Eclipse. É a gata mais temperamental que conheci até hoje, e olha que já tive muitos, mas já não consigo equacionar a minha vida sem ela! Pode parecer exagerado mas durante uma semana que estive de férias na Grécia, liguei todos os dias para a minha mãe a perguntar pela gata. E apesar de ser um bicho preto, feio e mau que tem como passatempo partir-me os copos que estão na bancada da cozinha, não resisto quando me acorda a morder-me o nariz só porque quer a minha atenção.
Sabes que mais, todos os miúdos querem ter um bichito só deles, são fases, mas olha que não costumam durar um ano. No teu lugar daria o gato ao teu 'piqueno', e da-lhe também a responsabilidade de ser ele o dono do gato, pode criar-se aí uma grande amizade, para além de os animais nos ajudarem muito a crescer e a sermos um bocadinho melhores. Talvez por isto valha a pena o sacrifício.
Beijo
De Luz a 21 de Janeiro de 2008 às 07:58
Como eu te entendo!
Há pessoas que me acham doida, mas a minha gata para mim é a minha outra filha, o meu outro ai Jesus. Ela dorme comigo na cama, dentro da cama, está tudo dito...
Como eu estava a contar à Fátima, ela mesmo com a idade que tem, ainda mama. Onde? Nas orelhas!!!! Parece uma gata bebé em vez de uma gata adulta de tanto mimo.

Tenho de ver o que vou fazer...
Beijo
De andie a 21 de Janeiro de 2008 às 13:25
Finalmente alguém que me compreende!
Agora posso confessar que a Floppy e a Kyara dormem as duas connosco...esta noite(madrugada) estava eu e o meu marido a rirmo-nos sem conseguir dormir, porque a Floppy lambia a Kyara com instinto de mãe e ela mordia-lhe, pois queria brincadeira ao que a gata respondia lambendo-a muito depressa, entre as mordidelas, tal era o sentido de a dever limpar,como mãe!
São o máximo, os nossos "ursinhos de peluche" reais!
Elas até dormem com a cabeça no travesseiro!
Beijinhos!
De Sérgio Pontes a 20 de Janeiro de 2008 às 23:48
Olá Luz,

Eu cá em casa tenho 2 gatos. Um tá comigo desde a minha adolescência e a outra vivia na rua e aos poucos veio cá para casa. É bom ser mais do que um animal, porque eles fazem companhia um ao outro. No Principio havia os problemas territoriais, pois não foi de bom grado que o meu gato viu a casa dele ser invadida por uma gata muito mais nova do que ele.

Se os primeiros tempos foram complicados por causa de disputas territorias, aogra são inseparaveis, cada vez que ela vai á rua, porque sendo gata de rua nunca prescindiu de passar os seus momentos "em liberdade"... ele fica aflito, e só descansa quando ela volta. Imagina que para quem não queria cá a gata, agora até dorme junto a ela!

Eu recomendo mais que um animal, em casa é claro que há um periodo de adaptação entre eles, mas depois é stisfatório ver como eles fazem companhia um ao outro!

Beijinhos
De Luz a 21 de Janeiro de 2008 às 07:59
Muito obrigada pela ajuda. Obrigada por teres cá vindo.
Beijinho
De joseph a 21 de Janeiro de 2008 às 00:02
LUZ,
querida amiga,

Não me vais bater, pois não?
Isto tem andado aqui meio confuso, mas já está tudo bem, já tenho o PC novo, já fiz as alterações que queria, e amanhã já dá para ir regularizar a minha situação.

Promessa de quem faz anos no dia 17 de Fevereiro.

Beijinhos grandes, querida amiga.**

(O Governo está a estudar a hipótese de se ir fazer um Raly-Raid, só falta saber o sítio. Aguardemos.)

(A saúde vai bem?)
De Luz a 21 de Janeiro de 2008 às 08:00
Não amigo, eu gosto de ti, não te bato!

A saúde está bem obrigada. E a tua?

Cá te espero

Jinhos
De Nely a 21 de Janeiro de 2008 às 01:45
Olá Luz.
Eu tenho. Tres, uma gata e dois gatos, meus amigos sempre presentes que nunca me decpecionaram.
E não dão muito trabalho apesar de andarem sempre colados a mim. Conforme eu mudo de sala , eles vêm atras.
Um gato é uma boa companhia para uma criança. Torna-o mais respnsavel e ganha um amigo incondicional para toda a vida.
Tenho a morada de um blog que tem sempre gatinhos para adoptar: GV Grupo voluntário de Cascais, espero que o visites e te deixes encantar pelas fotos que mostram de gatinhos a precisar de dono. Deixa o teu menino dar uma espreitadela e confia na opinião dele.
Fico feliz quando alguem tira um animal da rua ou de um abrigo, neste país onde os animais não tem nenhuma protecção.
Bem hajas pelos que já tens e possas vir a ter.
Beijinhos e espero que faças o teu menino feliz.
De Luz a 21 de Janeiro de 2008 às 08:03
Olá Nely,
Então segundo entendo eles não te "ligam" menos por não estarem sozinhos contigo?!!
Tinha sérias dúvidas nesse facto. Muito obrigada!
Beijinho
De Nely a 21 de Janeiro de 2008 às 20:50
Boa noite Luz.
Não, eles não me "ligam" menos e até me disputam o colo e os mimos.
É bom para eles terem a companhia uns dos outros, pois são muito amigos e brincam e dormem juntos, mas assim que eu me sento no sofá, vêm todos acampar em cima de mim o que não é fácil pois um deles pesa 7 kl. Quando entro em casa tenho de lhes pegar um a um se não quase não me deixam andar. É os mimos. Quem tem gatos percebe.
Apesar de dizerem que os gatos são muito independentes, os meus são completamente dependentes de mim. Tenho uma siamesa que nem gosta que eu fale ao telefone. Não pára de miar, alto e bom som até eu desligar. São especialmente dedicadas as siamesas.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Boa noite Luz. <BR>Não, eles não me "ligam" menos e até me disputam o colo e os mimos. <BR>É bom para eles terem a companhia uns dos outros, pois são muito amigos e brincam e dormem juntos, mas assim que eu me sento no sofá, vêm todos acampar em cima de mim o que não é fácil pois um deles pesa 7 kl. Quando entro em casa tenho de lhes pegar um a um se não quase não me deixam andar. É os mimos. Quem tem gatos percebe. <BR>Apesar de dizerem que os gatos são muito independentes, os meus são completamente dependentes de mim. Tenho uma siamesa que nem gosta que eu fale ao telefone. Não pára de miar, alto e bom som até eu desligar. São especialmente dedicadas as siamesas. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Fáz</A> lá a vontade ao teu pequenito e prepara-te para te apaixonares de novo. <BR>Beijinhos.
De Luz a 22 de Janeiro de 2008 às 08:27
Pois são! A minha e única que aqui tenho, que ainda me mama na orelha, é siamesa!
Obrigada pela ajuda.
Bjs
De sonjita a 21 de Janeiro de 2008 às 09:34
Também concordo... dá-lhe o gatinho... normalmente o terem um animal delas dá grande sentido de responsabilidade às crianças...
Beijinhos
De Isidro a 21 de Janeiro de 2008 às 14:17
Faz lá a vontade ao miúdo, é sempre bom ter um animal, e já que ele pede tanto porque não!!, eu enquanto vivi na aldeia sempre tive gatos, e cães, e cá já tive/tenho uma cadela, mas que por razões de espaço teve-se de se mudar-se para a beira para casa da minha mãe, e que a minha avô adoptou:),
De Tiz a 21 de Janeiro de 2008 às 17:18
Olá
Hoje fui "enganada" com um cão... Quanto a gatos: a minha mãe sempre teve gatos em casa, lembro-me que uma vez que levamos um gatinho da rua para junto da gata residente e huoveram alguns incidentes devido a muitas correrias e brincadeiras.
A casa vai ficar mais cheia, mas onde come uma, comem duas...
Bjos, Tiz

Comentar post

Horas de Luz

online My Great Web page http://www.facebook.com/BENCAOmtc

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

Award Oferecido

pelo Joseph

Visitantes

Locations of visitors to this page

subscrever feeds