Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

A minha Tulu

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Boneca da Luz

Meez 3D avatar avatars games

Awards e Prémios

Da Sonjita, do Bento, da Rosa Xhoque, da Ângela, do Dark, da Andie. ADORO-VOS!

Prémio Rosa Xhoque

Da Ângela, Sonjita, Andie, Miss Crash, do Pandora, da Miss T, do Zizi Bento.

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

Em Desacordo

A minha mãe e eu estamos quase sempre em desacordo.

Acho que ambas somos da opinião que se não fossemos mãe e filha dificilmente nos daríamos . Por vezes nem sem como nos damos bem nestes papeis... Com excepção de quando estamos em desacordo.

 

Ela acha que se não há uma ideia igual não vale a pena debater um tema. Isso irrita-me profundamente. Acho que tudo se pode debater, discutir, trocar ideias, ampliar horizontes. Se eu não ouvir os outros não poderei entender outras ideias, complementar as minhas ou até muda-las pois por vezes estamos errados. Ela sendo assim não amplia os horizontes nem permite que os outros o façam.

 

Amo-a de paixão, por ser minha mãe, por ser uma mulher integra cheia de qualidades. Mas este lado dela põe-me doida! É isso e a dificuldade que tem em pedir desculpa, em assumir que errou. E este outro defeito não sou a única a apontar.

Também tenho defeitos, estou cheia deles, mas somos o oposto uma da outra, não temos nada a haver uma com a outra.

Pedir desculpa é algo que faço com facilidade, muita. Não tenho a garra dela em muita coisa, mas luto muito mais que ela pelas minhas convicções.

 

É fabuloso como ainda hoje ela se irrita por eu dizer o que penso. Nunca entendi porquê.

 

Somos mães completamente opostas. Sou uma mãe muito diferente.

 

Tenho pena de saber que dificilmente nos daríamos se não fossemos mãe e filha.

Gostava de um dia, quando o meu filho crescer, poder dizer que nos daríamos bem mesmo que não fossemos mãe e filho, pois por vezes penso que no fundo toleramos muita coisa uma à outra e nos amamos só porque existe um laço familiar e não porque nutrimos um laço e amor  genuíno alheio de tudo o resto.

Por Luz às 13:10
Link do post | Comentar
|
11 comentários:
De Miss T a 5 de Fevereiro de 2008 às 14:53
Também sou assim com a minha mãe. As mães conseguem ser muito chatas :P
De marisa a 5 de Fevereiro de 2008 às 15:57
Sinto isso mas mais em relação ao meu pai. E à minha mãe de vez em quando :P
Um psicologo que admiro imenso (Quintino Aires) disse uma vez que os pais e os filhos não foram feitos para serem os melhores amigos. De qualquer das formas é sempre bom saber que se não houvesse aqueles laços a relação se manteria na mesma.
De paula a 5 de Fevereiro de 2008 às 22:01
realmente é triste chegares a essa conclusão, mas é mesmo assim. costumo dizer que a família não se escolhe, já se nasce com ela!
bjinhos
De Luz a 6 de Fevereiro de 2008 às 09:50
Bem-Vinda Paula.
De linda.ass@gmail.com a 5 de Fevereiro de 2008 às 22:28
olá!

O importante, mesmo, é que a vossa relação que é de puro amor, como tiveste o cuidado de referir. O resto é até salutar, a meu ver. Eu nem sei se estou mais vezes em desacordo com a minha mãe ou se é ela que procura não concordar comigo só para alongar as nossas conversas... Adoramo-nos! É isso que vale.

bj
Linda
De Santo & Pecador a 5 de Fevereiro de 2008 às 23:19
Olá Luz,

Pois é como diz a Marisa citando o psicólogo (Quintino Aires) realmente os pais não existem pára ser os nossos melhores amigos...
mas mesmo assim pensando nos meus pais creio que eles são os melhores pais que poderia ter, mesmo com os seus defeitos e as diversas discordâncias que temos em várias questões da vida...
Luz eu assumi um principio divino na minha relação com os meus pais.. a de sempre os honrar... mesmo nos tais momentos de discordância de opiniões... Sabes que o primeiro mandamento de Deus com promessa é: “Honra a teu pai e tua mãe, para que se prolongue os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá.” Êxodo 20.12
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Olá Luz, <BR><BR>Pois é como diz a Marisa citando o psicólogo (Quintino Aires) realmente os pais não existem pára ser os nossos melhores amigos... <BR>mas mesmo assim pensando nos meus pais creio que eles são os melhores pais que poderia ter, mesmo com os seus defeitos e as diversas discordâncias que temos em várias questões da vida... <BR>Luz eu assumi um principio divino na minha relação com os meus pais.. a de sempre os honrar... mesmo nos tais momentos de discordância de opiniões... Sabes que o primeiro mandamento de Deus com promessa é: “Honra a teu pai e tua mãe, para que se prolongue os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá.” Êxodo 20.12 <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjs</A>
De Luz a 6 de Fevereiro de 2008 às 09:34
Eu sei que te reges por esse princípio. Eu rejo-me pelo princípio do respeito, mas não me anulo. Não digo que sim quando penso que não, não faço assim quando quero fazer assado. Não deixo de ser o que quero porque ela não quer... Pois não vejo que isso seja falta de respeito para com ela. Isso seria sim falta de respeito comigo. Falta de respeito de mim para mim.
De joseph a 6 de Fevereiro de 2008 às 00:08
LUZ
Querida amiga,

Acabou o Carnaval.

Amanhã cá estarei para comentar.

Obrigado por teres ido buscar o award. Fica muito bonito no teu blog. Tem movimento... não é?

Jinhos grandes e muito amigos.
(Tudo bem?)
De sonjita a 6 de Fevereiro de 2008 às 10:03
Olá querida... já regressei do meu Carnaval... correu muito bem!
Bem, quanto a esta questão a mim acontece-me o mesmo e acho que à grande maioria... há sempre alguma coisa em desacordo! Costuma-se dizer que nossos amigos só são quem escolhemos mas a familia, essa, ninguém a escolhe. Existem pessoas na minha familia que apesar de gostar muito delas tenho noção que provavelmente não seriam aquelas pessoas que eu escolheria para amigos. Quanto à minha mãe... essa acho que nunca vamos estar de acordo. Gosto muito dela mas entramos muito em desacordo... tal vez também pela idade que nos separa. Tal como a tua não é humilde o suficiente para pedir desculpa e admitir que errou... isso leva-me ao extremo porque eu se tiver errado sou a primeira a admiti-lo, por muito que me custe. Além disso acha que tem sempre razão e por muito que se tente fazer ver como as coisas são ela tenta sempre levar a dela a avante... enfim. Muitas vezes leva-me ao extremo mas tento ter paciência porque é a minha mãe e gosto muito dela. No entanto sei que se algum dia for mãe, muita coisa vai ser diferente.
BJokas
De Ângela Raquel a 6 de Fevereiro de 2008 às 10:27
Olá Luz, desculpa esta ausencia, mas isto quando se tem o homem em casa 4 dias seguidos temos de aproveitar, para passear, arrumar descansada sem o filho atrás a pedir colo... enfim, cá estou de novo.
Quanto ao teu post, lá por serem mãe e filha, não quer dizer que concordem em tudo, as pessoas tem opiniões distintas. Realmente é pena que seja apenas o amor familiar que vos une, mas pronto, como já disse as pessoas são diferentes e têm feitios diferentes, se calhar o teu feitio sairá mais ao lado do pai, não?
Beijocas grandes
De Dark Night Walker a 6 de Fevereiro de 2008 às 22:22
Por momentos pensei que fosses minha irmã e que tivessemos sido separados à nascença hehe
A minha mãe é exactamente aquilo que descreves. Há que ter paciência...
Talvez uma conversa em que lhe exponhas essa situação, poderia resolver o problema... Não sei, as pessoas são diferentes.
Um abraço ;)

Comentar post

Horas de Luz

online My Great Web page http://www.facebook.com/BENCAOmtc

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

Award Oferecido

pelo Joseph

Visitantes

Locations of visitors to this page

subscrever feeds