Luz

Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

Presente da Luz

Estou confusa - Assunto T...

AAAHHHHHHHHHHHHH

Exposição solar

Qual será o "Sindrome"?

Boneca da Luz

Estaremos, só por acaso, ...

7 da manhã, olho aberto

Que silêncio

Palavras para quê...

Haja justiça

Passado da Luz

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Ontem...

Foi a uma festa de anos, gostou, mas veio de lá cheio de questões.

 

Uma delas foi estarem adultos a fumar dentro de casa. Questionou-me porquê. Porque razão não têm respeito pelas crianças - palavras dele.

Expliquei-lhe que nem todas as pessoas são como o pai e eu que não deixamos que ninguém fume dentro de casa, as visitas habituais já sabem que para poderem fumar têm de ir lá para fora, dentro de casa é proibido seja para quem for . Ele vinha todo a cheirar a tabaco e cheio de tosse devido aos problemas respiratórios que tem. Enfim...

 

Outra das suas questões (fui bombardeada o resto da noite) foi porque razão a amiga não tinha uma televisão dela, uma playstation dela, filmes dela... interrompi-o dizendo-lhe que isso não era de todo o mais importante, embora eu saiba que para a sociedade em que vivemos, em que eles se comparam através do que têm ou não, se calhar até é bastante importe, mas não devia...

 

Depois de inúmeras questões terminou a conversa com uma frase que me deixou indignada:

 

- A vida dela deve ser muito triste

- Porquê? Os bens materiais não são tudo!

- Pois não mãe, mas ela passa a semana toda a dormir em casa da avó para a mãe ir trabalhar e o pai não fica com ela... O pai também está muito tempo no trabalho mas tenho-te sempre a ti mamã, mas ela não!!! As pessoas têm filhos para quê?????

 

Com isto deitou-se e adormeceu, como se adivinhasse que eu não iria responder. Que lhe posso eu dizer?

 

São realidades diferentes meu amor, ao longo da vida irás conhecer outras...

 

Por Luz às 09:11
Link do post
De Anónimo a 13 de Novembro de 2007 às 01:39
Uma das vantagens de estares sem emprego é a de poderes acompanhar o desenvolvimento e o crescimento do teu filho de uma forma imperativamente marcante.
Sei que desejas arranjar uma ocupação e que isso irá retirar-te um pouco desta exelente influência que exerces sobre teu filho...no entanto acredito que as marcas de uma boa mãe já estão na corrente sanguínea do teu filho.
Ainda hámães como tu...dou graças a Deus por isso.
tito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Etiquetas

abandono crianças(2)

acupunctura(1)

animais(2)

aniversário; afectos(1)

aniversário; filho(1)

anorexia(1)

bencao(1)

boneca(1)

crenças(1)

desabafos(1)

dimensões(1)

esmeralda(4)

espanha(1)

férias(1)

fernando pessoa(2)

filho(7)

filhos; silêncio(1)

filmes(2)

fitoterapia(1)

fotofobia(1)

hipocrisia(1)

índigo(1)

ivg(2)

livros(2)

mário quintana(1)

natal(2)

poemas(1)

recordações(1)

regresso(1)

revolta(5)

ridículo(2)

saúde(3)

sensibilização(2)

séries(1)

tourada(1)

triste(1)

vida(5)

todas as tags

subscrever feeds